Cuidar da natureza é preservar a vida


SOBRE O INSTITUTO NEX

NEX No Extinction significa Não Extinção.Foi com essa missão foi fundado, em 2001, o Instituto de Defesa e Preservação dos Felídeos da Fauna Silvestre do Brasil ameaçados de Extinção.

A logomarca oficial do Instituto, é uma onça pintada sob a mira de uma arma, o que decorre da situação pela qual a maioria das onças passa. Umas tem sorte e não morrem. Outras, nenhuma sorte e são sistemáticamente perseguidas e mortas, por armas de fogo. Por que escolhi os felinos? Porque no ano de 2000,quando concebi o projeto, ninguém os abrigava. O Nex foi pioneiro em um trabalho difícil,oneroso e arriscado, já que envolve predadores topo de cadeia.

Com experiência adquirida no trato direto com as onças e esclarecendo dúvidas frequentes das pessoas, abordarei aspectos bem interessantes do universo real daqueles que trabalham com abrigo e manutenção de fauna silvestre,principalmente, felinos. Muitos já perguntaram ou se referiram a mim como criadora de onças. Parece brincadeira mas demonstra o quanto há falta de informação . Não é possível alguém resolver sair criando onças ou qualquer outra espécie da nossa fauna.

O NEX é uma entidade oficial, reconhecida legalmente e aprovada pelos órgãos responsáveis, mediante comprovação de competência , capacidade para realizar e manter o projeto proposto.

No Brasil, oficialmente não existe a denominação “ Santuário” como em outros países. Cumprimos a classificação do Ibama, Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis, dependendo da aprovação do órgão de acordo com o objetivo pretendido.

O Instituto NEX é uma associação sem fins lucrativos que mantém um Criadouro Científico para Fins de Conservação ,definido pelo IBAMA como empreendimento, de pessoa física ou jurídica, vinculado a planos de manejo reconhecidos, coordenados ou autorizados pelo órgão ambiental, com finalidade de: criar, recriar, reproduzir, e manter espécimes da fauna silvestre nativa em cativeiro para fins de realizar e subsidiar programas de conservação.

Os felinos que recebemos são encaminhados pelo Ibama, após consulta prévia. Ficam abrigados, provisoriamente, nos diversos CETAS (Centro de Triagem de Animais Silvestres) ou CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) localizados em vários estados da Federação. As gerências de Fauna fazem a consulta para escolher o local mais adequado para receber o animal excedente. Quando um dos consultados aceita receber o animal, este é formalmente destinado e encaminhado com documentação apropriada.

DOE AQUI