Naara
outubro 14, 2018
Jaguarundís
outubro 14, 2018

Jaguatiricas

Jaguatiricas

A primeira a chegar foi Beca, via Jardim Zoológico de Brasília, em 02/04/2008.

Uma graça, cheia de manias e muito mimada. Ela não estava no zôo. Estava na casa de biólogos visto que necessitava muitos cuidados.

Sempre se identificou com gente, mesmo sem ser mansa. É muito complexo lidar com ela.

Tem tendência à autofagia, muitas vezes, sem qualquer motivo aparente. Cada vez que colocamos macho próximo a ela, as reações eram várias e nunca nada terminou bem. Beca simplesmente não se reconhece em outro da sua espécie.

Se reconhece em nós mas não convive. É uma  fêmea muito amada que nos desafia muito.  Se disser que a conheço e consigo prever suas reações estarei mentindo. Beca não tem reações previsíveis. Seu último feito foi comer toda a cauda. Eu, graças a Deus, estava no Nex. Foi uma noite calma, não houve nada de anormal e acordei pela manhã com a notícia que Beca tinha comido a cauda. Depois de tantos anos no Nex, não deu para entender.

Passou por uma cirurgia muito complexa, feita pelos veterinários Thiago Lucsinski e Pollyana Mottinha, construímos novo recinto enorme para ela, em frente à casa do Rogério,

Ela está satisfeita , como sempre esteve, já que fizemos tudo por ela desde que chegou. Independente das circunstâncias sabemos que a qualquer momento, pode acontecer novamente. Como disse, não é previsível ! Beca está linda, gorducha e, sempre mostrando que é um felino silvestre. Vocalizações, garras e muito carinho!

Prince e Maní

Chegou de Manaus/AM, em 31/03/2010. Muito charmoso, movimentos lentos e estudados, desconfiado. Uma das cenas mais bonitas que vi foi Prince fazendo a corte à Maní. Parecia um balé, com coreografia criada para a ocasião. Prince cuida da sua fêmea! Cada desafio colocado no recinto é conferido por ele. Depois, a fêmea vai ver. Prince ia ficar com a Beca, mas, não deu certo. Um macho tão elegante sozinho era de dar dó. Por isso, aceitei Maní,  vinda de Itacoatiara /AM, por entrega espontânea, através do IBAMA de Manaus.

Formaram um casal lindo e vivem juntinhos em harmonia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DOE AQUI