Por quê as onças são mortas no Brasil?

Os mitos do cativeiro
setembro 16, 2018
Sansão, Dalila e Carlota
setembro 16, 2018

Por quê as onças são mortas no Brasil?

A mortalidade induzida pelo homem, é a principal ameaça às populações remanescentes de todas as espécies de felinos no Brasil,principalmente,  onças pintadas e pardas.

Com mais um agravante!O que temos visto nas redes sociais de caçadores exibicionistas sádicos, filmando e divulgando onças sendo torturadas e mortas, é estarrecedor. Os crimes rodam pela internet, causam revolta e muito pouco acontece com os autores.

A impunidade passa a ser mais um fator de extinção dos nossos felinos. Falta apoio e melhor estrutura para a fiscalização,sobram juízes desconectados com a realidade da importância da biodiversidade  ,há leis que proíbem a caça porém a permitem, caso a pessoa se sinta ameaçada pelo animal, enfim, absurdos de todos os tipos massacram diariamente a nossa fauna.

Os órgãos ambientais trabalham com o setor de inteligência,com especialistas em internet. No entanto,assassinos confessos mostram sua cara e não são presos. Caso sejam, logo os juizes soltam. Qualquer forma de vida vale muito pouco no Brasil. A dos animais então, vale zero.

Em que país estamos onde vemos grupos e mais grupos clamando pela aceitação da diversidade e ninguém clamando pelo respeito à nossa biodiversidade?

Perda e fragmentação do habitat está  entre as graves causas de declínio das onças e demais felinos. Onças tem necessidade de extensos territórios, variando conforme os biomas.

Comumente, precisam de áreas de floresta intocada que as comportem quanto às presas e todas as necessidades de predadores topo de cadeia . Estamos competindo com elas por espaço, por uma ganância injustificável que aparece por trás do termo “celeiro do mundo” e levamos na cara, todos os dias, que o agro -negócio sustenta o Brasil. Que Brasil e a que preço? O Brasil sem planejamento, onde tudo é feito com objetivos políticos torpes e o ambientalismo é visto de forma pejorativa, em um acúmulo de ignorância irônica que envolve desde o congresso nacional até as mais simples prefeituras espalhadas pelo país.

Leis não cumpridas , desmatamento sem limite por comércio ilegal de madeiras, para fazer e recuperar pastos ou invasão absurda de propriedades privadas,em nome de uma reforma agrária nunca feita com seriedade e sim com objetivos políticos.

As monoculturas extensivas com a soja e tantas outras, além de não permitirem que uma árvore sequer sobreviva, enchem o ar e a terra de venenos proibidos em vários países.

As hidrelétricas mal planejadas ,preço sobre preço em negociatas que apenas começam a aparecer e com um custo ambiental que nunca foi mensurado em valores concretos.

A caça clandestina para tráfico de filhotes vivos, de cabeças, patas ,caudas e o que mais for possível, A caça por retaliação à predação de gado, eterno vitimismo de fazendeiros cujos peões matam onças sem piedade e ninguém sabe sequer onde vão parar seus corpos.

A caça por sadismo e prazer (chamada de caça desportiva) ainda proibida no Brasil mas sempre a um passo de  sucumbir ao enorme lobby que impõe sua influência a grupos políticos a serviço do lucro fácil.

Filhotes de onças arrancados de suas mães impiedosamente mortas, amarrados e criados clandestinamente por comunidades nativas , muitos posteriormente mortos por darem trabalho.Os que tem sorte, aparecem posteriormente no Youtube em “ santuários “ estrangeiros, criados como pets por milionários excêntricos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DOE AQUI