Yamí
setembro 16, 2018
Jaci
setembro 16, 2018

Ferinha

Ferinha – panthera onca macho

Está no Nex desde 25/10/2010 . Se perdeu da mãe durante um incêndio próximo a Novo Repartimento, do Pará.Ainda muito pequenino, com cerca de tres meses, fui vê-lo no Museu Emílio Goeldi, em Belém, onde estava abrigado provisoriamente. Estava no setor de quarentena, com a porta da jaula toda coberta por palha. Foi a primeira vez que vi um felino com todas as características de vida livre. Uma verdadeira fera. Daí, o seu nome, Ferinha! Já havia aprendido com a mãe o principal: horror aos humanos. Aprendi com ele que idade e tamanho não são documento. Parecia pronto para tudo. Tinha uma facilidade enorme para subir e transitar em troncos, o que não acontece de imediato com todas as onças. Olhos enormes, ficando muito ativo à noite, demonstrando que todas as lições da mãe ainda prevaleciam. Ficou isolado no Nex porque resolvemos que tinha muito perfil para soltura o que acabou não acontecendo, mas não reclamo. Pude conviver com um felino surpreendente, que impunha seu  tempo, demonstrando características incríveis da sua espécie. Foi como um rompimento das características dos felinos vindos de outras condições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DOE AQUI