Ogum
setembro 16, 2018
Jurema
setembro 16, 2018

Cabocla

Cabocla- panthera onca fêmea

Cabocla veio bem pequena do Cetas de Manaus, Amazonas. Era tão precoce e fixada em comida que fazia tocaia para me caçar no recinto. Cheguei a pensar que aquilo não poderia ser um bebê onça.  Os dentes enormes e fininhos que não vi crescer.Com certeza passou muita fome e o que caísse na rede era peixe. Cuidar de uma onça anã ( era como eu a chamava) foi engraçado e surpreendente. Exigiu muita adrenalina porque um ser pequeno dependia de mim e eu tinha medo até de entrar no recinto.Ela me olhava como comida.

Até hoje, tudo o que se queira conseguir da Cabocla, é com comida. Não tem ojeriza às pessoas mas também não confia. Encara qualquer coisa como objeto de posse ou caça, sendo perigosa no trato ou brincadeiras. Cabocla nunca está brincando, está sempre caçando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DOE AQUI